Rubem Fonseca

Nascido em Juiz de Fora, Minas Gerais, em 11 de maio de 1925, José Rubem Fonseca é formado em Direito, tendo exercido várias actividades, antes de se dedicar inteiramente à literatura. Em 31 de Dezembro de 1952, iniciou a sua carreira na Polícia, como comissário, no 16.º Distrito Policial, em São Cristóvão, no Rio de Janeiro.

Muitos dos factos vividos naquela época e dos seus companheiros de trabalho estão imortalizados nos seus livros. Aluno brilhante da Escola de Polícia, não demonstrava, então, pendores literários. Ficou pouco tempo nas ruas. Foi, na maior parte do tempo em que trabalhou, até ser exonerado em 6 de Fevereiro de 1958, um polícia de gabinete, já que cuidava do serviço de relações públicas da Polícia.

Em Julho de 1954 recebeu uma licença para estudar e depois dar aulas sobre esse assunto na Fundação Getúlio Vargas, no Rio. Na Escola de Polícia destacou-se em Psicologia. Contemporâneos de Rubem Fonseca dizem que, naquela época, os polícias eram mais juízes de paz, apartadores de briga, do que autoridades. Zé Rubem via, debaixo das definições legais, as tragédias humanas e conseguia resolvê-las. Nesse aspecto, afirmam, ele era admirável.

Escolhido, com mais nove polícias cariocas, para se aperfeiçoar nos Estados Unidos, entre Setembro de 1953 e Março de 1954, aproveitou a oportunidade para estudar administração de empresas na New York University. Após sair da polícia, Rubem Fonseca trabalhou na Light, até se dedicar integralmente à literatura. É viúvo e tem três filhos.

As obras de Rubem Fonseca geralmente retratam, em estilo seco e direto, a luxúria e a violência urbana, num mundo onde marginais, assassinos, prostitutas, miseráveis e delegados se misturam. A história através da ficção é também uma marca de Rubem Fonseca, como nos romances Agosto, o seu livro mais famoso, em que retratou as conspirações que resultaram no suicídio de Getúlio Vargas, e em O Selvagem da Ópera, em que retrata a vida de Carlos Gomes, ou ainda em Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos, um retrato do livro A Cavalaria Vermelha, de Isaac Babel.

Criou, para protagonizar alguns dos seus contos e romances, um personagem antológico, o advogado Mandrake, mulherengo, cínico e imoral, além de profundo conhecedor do submundo carioca. Mandrake foi transformado em série para a rede de televisão HBO, com guiões de José Henrique Fonseca, filho de Rubem e o actor Marcos Palmeira, no papel principal. Sendo profundamente interessado na arte cinematográfica, escreve também guiões para filmes, muitos deles premiados.

Nasceu a 11 de Maio de 1925 , Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil

Página oficial do autor: http://literal.terra.com.br/rubem_fonseca/

  Ver livros do autor
 
Sugerir alteração

Sou este autor e quero editar a minha página pública

 

Pedido de edição de página pública Fechar

Para lhe podermos dar acesso à sua página tem de estar registado no site. Se ainda não se registou, por favor registe-se antes de preencher o formulário abaixo.

  Livros do autor

Comentários

Para comentar precisa de estar registado

 
 
 
 
 
Livro adicionado ao carrinho
De momento, este livro não está disponível para encomenda.